LUIZ GONZAGA - 1973 - RCA
Faixa 6 - Autor: Severino Ramos/Luiz Guimarães
Indiferente

Saudade vai e passa
porém fica a lembrança.
Cadê o juramento
de seu tempo de criança?
Naquela noite linda
você falou pra mim
que o nosso grande amor
Nunca mais teria fim.

Por quê agora você passa
e não me liga ai, ai
e nem dá bom dia para mim?
Agora você passa
e não me liga ai, ai.
Meu bem não devia ser assim.

Naquela noite linda
tão linda de luar,
você contava estrelas
todas elas pra me dar.
Agora indiferente
nem lembra o que passou.
Chego até pensar
que você me abandonou.

Por quê agora você passa
e não me liga ai, ai
e nem dá bom dia para mim?
Agora você passa
e não me liga ai, ai.
Meu bem não devia ser assim