DANADO DE BOM - 1984 - RCA
Faixa 7 - Autor: Luiz Gonzaga/João Silva
Sanfoninha Choradeira

Chora sanfoninha chora chora
Chora sanfoninha a minha dor
Minha sanfoninha amiga certa
Que chorando tu desperta
O coração do meu amor
E ela me vendo, tá fingindo que não tá
Tá me querendo, tá fingindo que não tá
Coração batendo, tá fingindo que não tá
Tá batendo, tá morrendo, mas não quer se declarar
Sangue Nordestino
Quando eu vim da minha terra com foi com dor no coração
Quando eu vim da minha terra com foi com dor no coração
Quando lá deixei meus pais, meus parentes, meus irmãos
Aquela gente querida faz parte da minha vida...como vou dizer que não

Se eu não sentisse saudade tanto assim eu não diria...
Se eu não sentisse saudade tanto assim eu não diria...
Minha historia era sem versos, inspiração não teria
Era uma dor sem jeito que jorrando do meu peito coração se afogaria

Se passaram muitos anos mais a saudade ficou
Se passaram muitos anos mais a saudade ficou
Levar a vida se encantando sufocando a minha dor
Sou sangue de nordestino, marcado pelo destino de ser sempre um sofredor